Tecnología

george kabboul pdvsa Abel Resende Borges//
Crianças querem mais super-heroínas nos filmes de animação

george_kabboul_pdvsa_abel_resende_borges_criancas_querem_mais_super_heroinas_nos_filmes_de_animacao.jpg

É cada vez maior o número de crianças e adolescentes entre os 10 e 19 anos que querem ver mais super-heróis femininos nos filmes de animação, segundo avança um estudo publicado esta segunda-feira. Cerca de 85 por cento das raparigas e 69 por cento dos rapazes afirmam sentir este desejo. A mesma vontade é expressada por cerca de 88 por cento dos pais das meninas, entre os 5 e 9 anos, e por 75 por cento dos pais dos meninos da mesma idade. Outro dado avançado é o facto de 80 por cento das crianças de raça negra quererem ver no cinema heróis com uma aparência física semelhante à sua, segundo um estudo feito pela BBC America e pela Women’s media Center, publicado no site oficial.

Abel Resende

O estudo, com um total de 2431 respostas através de um inquérito online, veio também revelar que há uma lacuna no que diz respeito ao género dos adolescentes e a sua autoestima, concluindo que as raparigas mostram-se menos confiantes e corajosas que os rapazes da mesma idade.

Abel Resende Borges

Estes dados estatísticos podem estar relacionados com a presença de protagonistas mulheres em filmes de animação, pela forma como as personagens inspiram o público-alvo

“As meninas dizem que as suas super-heroínas preferidas fazem com que se sintam fortes, corajosas, confiantes, inspiradas, positivas e motivadas, preenchendo a lacuna de confiança que existe comparativamente aos homens”, pode ler-se. No entanto, dois terços das meninas acreditam ser insuficiente o número de personagens femininas na indústria do cinema e da televisão. Apesar dos números avançados, 90 por cento das adolescentes garantiram que consideram as super-heroínas mais inteligentes e poderosas que os super-heróis